Sino dos ventos

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Lavando roupas delicadas


Na hora de cuidar das roupas mais delicadas, sensibilidade é fundamental. Usar os produtos certos, saber secar, passar e organizar as peças faz toda diferença.

Existem peças de roupa que só de pensar em lavar dá pena. São aquelas em tecidos finíssimos, como seda e cetim, ou lingeries sofisticadas. Por mais frágeis que elas pareçam, a lavagem não é sinônimo de perigo. Saber lavar com os produtos certos e na dose recomendada, secar, passar, manusear com delicadeza e guardar da maneira correta, fará com que elas se conservem como novas por mais tempo.

Algumas pessoas acreditam que as manchas só saem com água fervendo, o que é um erro pois a água quente pode queimar as fibras, deixando a peça amarelada ou fazendo-a encolher.

Se quiser proteger uma roupa, guarde-a envolvida num tecido de algodão ou em saquinhos de TNT. Jamais coloque em sacos plásticos, pois eles impedem a ventilação das fibras.

Lembre sempre de tomar certos cuidados com as peças mais sensíveis, dando atenção especial às etiquetas de cada roupa:


Tecidos finos

Tecidos como a seda, a renda, o cetim e a musseline devem ser lavados sempre à mão para não haver o risco de rasgarem ou desfiarem. Utilize sabão líquido na quantidade indicada na embalagem e enxague bem. Retire o excesso de água espremendo cada peça com cuidado.

Para secar, coloque em cabide para que seque no caimento certo, evitando as marcas dos pregadores. Para passar, utilize o ferro no modo vapor ou o vaporizador.

O cabide também é a melhor solução para guardar. As roupas que não são usadas diariamente, devem ser guardadas num cabide com capa, que pode ser feita com uma simples fronha.


Lingeries

Calcinhas de algodão podem ser lavadas a máquina no ciclo de roupas delicadas. Os saquinhos protetores são extremamente úteis neste caso. Calcinhas com bordados ou rendas, sutiãs (com ou sem bojo, com ou sem aro), também devem ser lavadas à mão, utilizando sabão líquido.

Para secar, coloque a lingerie aberta no varal, mas sem esticar muito para que ela seque sem deformar. Ao passar, verifique sempre as instruções das etiquetas, como temperatura do ferro, modo vapor, etc.

As calcinhas devem ser dobradas, separadas por cor ou modelo e guardadas na gaveta. Os sutiãs com bojo devem ser guardados abertos para não enrugar a espuma.
   
Peças coloridas

Jamais misture roupas com tonalidades muito diferentes na máquina. As peças brancas podem ser lavadas junto com as beges. As pretas, azul marinho e vinho também podem ser agrupadas. As mais coloridas, como vermelhas, verdes e azuis formam outro grupo.

Para passar, respeite as indicações de temperatura constantes nas etiquetas das peças.

Para guardar, organizar as roupas por cores vai deixar o armário divertido e mais bonito, além de facilitar a procura por uma peça específica.



Roupinhas de bebê

Por tratar-se de roupas muito delicadas e com muitos detalhes, lave as peças à mão e separadas por cor e tipo de tecido.

Seque no varal e mesmo que elas não estejam amassadas, passe a ferro para esterilizar, respeitando sempre a temperatura que consta na etiqueta.

Guarde-as separadas por tipo (macacões, body, macaquinhos, casaquinhos, vestidinhos, meias, etc.) e procure deixar as peças da mesma cor sempre próximas.







Créditos: Google Images






Se você gosta do Canto das Artes, divulgue-o entre as/os amigas/os blogueiras/os. Brigadú!!!






Um comentário:

Adorei sua visitinha!
Aproveite e deixe seu comentário, vou adorar saber sua opinião!!!